Sistemas de órgãos público

SPED (Sistema Publico de Escrituração Digital)

Surgiu com a finalidade de informatizar a ”comunicação” entre o fisco e o contribuinte, consistindo na modernização dos sistemas atual do cumprimento das obrigações, sendo transmitidas pelos contribuinte as administrações tributarias e aos órgãos fiscalizadores,utilizando da certificação digital para fins de assinaturas dos documentos eletrônicos.

Tem por objetivo: implantar processos apoiados por sistemas de informação integrados, tecnológico e infraestrutura logística, promover atuação integrada dos fiscos, raciocinar e uniformizar as obrigações acessórias para os contribuintes e tornar mais célere a identificação de ilícitos tributários.

A dificuldade das empresas esta em não saber transmitir a EFD (ESCRITURACAO FISCAL DIGITAL) Contribuições, pois existem erros detectados no arquivo transmitido para Receita Federal que o próprio sistema não consegue identificar. Esse sistema é titulado de PVA (Programa de Validação e Assinatura), esse sistema valida o arquivo, mas não consegue detectar todos os erros, portanto é

indispensável adquirir um software especializado em detectar os erros que p PVA não encontra.

O Sped veio revolucionando a forma das empresas transmitirem suas declarações tem o desafio de acompanhar a forma de fiscalização. O novo sistema atende as necessidades do fisco de reunir informações em um único banco de dados compartilhando entre as esferas do governo. Tem como finalidade facilitar o desempenho dos contribuintes e fisco. No entanto o mais evidente se torna o fisco, pois se torna indispensável a aquisição de software especifico.

*SIAFI (SISTEMAS INTEGRADO DE ADMINISTRACAO FINANCEIRA DO GOVERNO FEDERAL)

É um sistema contábil que realiza todo o controle e execução financeira, patrimonial e contábil do governo federal brasileiro, foi desenvolvido pelo SERPRO (SERVICO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS).

O SIAFI representou tão grande avanço para a contabilidade pública da União que hoje é reconhecido no mundo inteiro e recomendado inclusive pelo Fundo Monetário Internacional. Seu desempenho transcendeu as fronteiras brasileiras e despertou a atenção no cenário nacional e internacional.

Uma das principais vantagens do SIAFI é a descentralização da entrada, consulta, execução orçamentária, financeira e patrimonial da União, isto com a supervisão da Secretaria do Tesouro Nacional.

*SIC (SISTEMA DE INFORMACAO DE CUSTOS DO GOVERNO FEDERAL)

O SIC é uma ferramenta indispensável ao processo de gerenciamento empresarial, pois o processo de gestão ele assegura o equilíbrio do sistema da empresa.

Um sistema de informação pode ser definido como “um conjunto de componentes inter-relacionados que coletam (ou recuperam), processam, armazenam e distribuem informações destinadas a apoiar a tomada

de decisões, a coordenação e o controle de uma organização.”.

Os sistemas de informação transformam dados em informação, necessárias ao processo de tomada de decisão de uma organização: entrada (processo de obtenção dos dados brutos), processamento (transformação dos dados brutos em informação) e saída (meios pelos quais as pessoas têm acesso às informações geradas).

O Sistema de Custos não é um sistema transacional, mas trata-se de um data warehouse que capta informações dos sistemas transacionais, os denominados Sistemas Estruturadores do Governo Federal.

O objetivo do Sistema de Custos do Governo Federal é a apuração dos custos dos programas e unidades da Administração Pública Federal e permitir o acompanhamento e avaliação da gestão orçamentária, financeira e patrimonial do Governo Federal.